Dancinhas na Copa: Relembre comemorações marcantes na história do torneio

Dancinhas na Copa: Pablo Armero fez o Armeration na Copa do Mundo de 2014. Relembre outras dancinhas históricas.  (Photo by Alex Grimm - FIFA/FIFA via Getty Images)
Dancinhas na Copa: Pablo Armero fez o Armeration na Copa do Mundo de 2014. Relembre outras dancinhas históricas. (Photo by Alex Grimm - FIFA/FIFA via Getty Images)

A seleção brasileira goleou a Coreia do Sul na partida válida pelas oitavas de final da Copa do Mundo do Catar. O jogo terminou 4 a 1 para o Brasil, sendo que os gols da seleção foram todos no primeiro tempo. E no confronto realizado nesta segunda-feira (05), os jogadores fizeram dancinhas após cada um dos gols. Claro, teve gente que não gostou. No entanto, dançar em Copas é algo comum.

Roger Milla, Ronaldinho Gaúcho, Pablo Armero, Papa Diop, entre outros, já dançaram nos gramadas da Copa do Mundo. Por isso, o Yahoo Esportes te faz relembrar, ou conhecer, dancinhas que ficaram na história do torneio.

Leia também:

Ronaldinho Gaúcho - 2002

O Bruxo sambou em território asiático ao marcar o golaço de falta contra a Inglaterra, em partida válida pelas quartas de final da Copa de 2022.

Roger Milla - 1990

Aos 38 anos, o atacante Roger Milla fez história a ser, na Copa de 1990, o jogador mais velho a marcar em Copas. E também entrou para a história a dancinha junto à bandeirinha de escanteio após marcar contra a Colômbia e colocar Camarões nas quartas de final do torneio.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Papa Diop - 2002

Em 2002, Senegal assombrou o mundo ao ganhar da França, então campeã mundial, na primeira rodada. O gol marcado por Papa Diop garantiu uma das comemorações mais lembradas da história das Copas. E, claro, botou os franceses na roda.

Tshabalala - Copa de 2010

Tshabalala fez um golaço na partida de abertura da Copa do Mundo da África do Sul, em 2010. E na comemoração, soltou o rebolado junto com os companheiros de equipe.

Pablo Armero - 2014

Pablo Armero, velho conhecido da torcida brasileira, mostrou o gingado colombiano na Copa do Mundo de 2014. Ao ritmo do Armeration, comandava as dancinhas da seleção após os gols marcados no torneio.

Depois de ver cada um desses ícones do futebol, e da dança, qual comemoração você mais gostou?