Dana White revela condições para Adesanya conseguir superluta contra Jon Jones

AgFight

Desde que se tornou campeão do peso-médio (84 kg) do Ultimate, em outubro de 2019, Israel Adesanya não tem papas na língua para provocar Jon Jones, detentor do cinturão dos meio-pesados (93 kg) e contra quem almeja uma superluta no futuro. No entanto, no que depender do presidente da organização, Dana White, o nigeriano precisa passar por muitas etapas para poder sonhar com um confronto diante de ‘Bones’.

Em entrevista ao ‘Submission Radio’, o mandatário da franquia adiantou que Adesanya primeiro precisa vencer cerca de três lutas, mantendo seu título, antes de cogitar uma disputa contra Jones. Entretanto, Dana admitiu que não gostaria que o nigeriano subisse de categoria e afirmou que prefere que ele se mantenha em alto nível em sua divisão de origem.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

“Israel está no caminho se vencer (Yoel) Romero e depois (Paulo) Costa. Se ele vencer Costa, também vai aparecer mais algum adversário que faça sentido. Acontecendo esta luta, e ele vencendo, então pode começar a falar sobre Jon Jones, caso o Israel realmente queira essa luta”, disse o mandatário, emendando.

“Mas se você me perguntar o que eu acho, ele deveria ficar onde está. Enfrentando esses caras pelo tempo que puder e, dessa maneira, construir um legado fenomenal”, completou o cartola.

No próximo dia 7 de março, o nigeriano enfrenta Yoel Romero, em sua primeira defesa de cinturão dos médios, no UFC 248. Já Jon Jones, no dia 8 de fevereiro, também busca manter sua coroa dos meio-pesados em duelo contra Dominick Reyes, na luta principal do UFC 247.

Leia também