Dana White contesta vitória de Woodley: "Marquei a luta para Wonderboy"

diego ribas

Presidente do UFC, Dana White sempre foi conhecido por suas opiniões fortes e polêmicas. Sem se esconder quando questionado sobre o resultado do main event do UFC 209, evento realizado no último sábado (4), o cartola foi direto e apontou vitória do desafiante Stephen Thompson, derrotado nas papeletas dos árbitros.

Em conversa com jornalistas logo após o fim do show, em Las Vegas (EUA), Dana afirmou que o campeão Woodley não deveria ter saído com o cinturão de acordo com suas contas. Afinal, apesar de dois rounds claros para o westler, os demais assaltos deveriam ter sido marcados para o ‘Wonderboy’.

“Eu marquei 3 x 2 para o outro lado, dei vitória para o Wonderboy em três rounds. Um árbitro deu o último round por 10 x 8 [para Woodlet], e isso poderia mudar o resultado da luta”, declarou, visivelmente chateado com o final da noite que tinha tudo para ser uma das mais especiais para o evento.

No entanto, ao ser questionado sobre a reação da torcida, que vaiou a disputa por cerca de 20 minutos, Dana preferiu amenizar. Menos enfático do que de costume, o presidente do UFC afirmou que duelos assim podem acontecer mesmo com os melhores atletas em ação.

“É fácil comer pipoca, sentar na arquibancada e vaiar. Mas você não está lutando com caras como Woodley e Thompson”, minimizou o cartola.