Daiane dos Santos exalta trajetória de Rebeca Andrade: 'A primeira medalha é de uma negra'

·1 minuto de leitura


Precursora da ginástica artística brasileira, Daiane dos Santos se emocionou com a prata conquistada pela ginasta Rebeca Andrade e, em transmissão da Rede Globo, ressaltou a importância do feito, exaltando a representatividade e o fato do feito ter sido conquistado por uma mulher negra, além de relembrar a trajetória de Rebeca.

+ Veja a tabela da Seleção Brasileira feminina em Tóquio!

- Agora a gente tem a primeira medalha do Brasil na ginástica artística com uma negra. Isso é muito forte. Até pouco tempo os negros não podiam competir em alguns esportes. É uma menina que veio de origem humilde, criada por uma mãe solo, a dona Rosa, pois o pai da Rebeca é vivo, mas não é presente na vida dela. Veio de várias lesões para ser a segunda melhor atleta do mundo - disse, emocionada, Daiane.

Visivelmente emocionada, Daiane ainda pontuou se não sabia se tinha se expressado bem, mas ganhou elogios do narrador Galvão Bueno por suas palavras, além de ter sua trajetória valorizada.

- Você é uma das que começou esse caminho, precursora dessa medalha, você falou muitíssimo bem, falou muito bem. O abraço e o beijo estão dados - pontuou Galvão.

FEITO HISTÓRICO
Rebeca Andrade conquistou a medalha de prata no individual geral, com 57.298 pontos. Sua apresentação, embalada pela canção "Baile de Favela", e seu feito comoveu os brasileiros nas redes sociais.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos