Dados de Mark Zuckerberg são expostos em megavazamento do Facebook

Redação Finanças
·1 minuto de leitura
Facebook CEO Mark Zuckerberg testifies before a House Energy and Commerce Committee hearing regarding the company's use and protection of user data on Capitol Hill in Washington, U.S., April 11, 2018. REUTERS/Leah Millis
Número de telefone e e-mail do CEO do Facebook foram parar em fóruns online (Leah Millis/Reuters)
  • Megavazamento expôs dados de 533 milhões de usuários do Facebook

  • Nem o CEO da rede social escapou

  • Número de telefone e e-mail de Mark Zuckerberg ficaram expostos em fóruns online

Nem Mark Zuckerberg ficou imune ao megavazamento de dados de 533 milhões de usuários do Facebook, revelado esta semana. O número de telefone e o e-mail CEO e dos cofundadores da rede social, Chris Hughes e Dustin Moskovitz, ficaram expostos em fóruns online. As informações são do Business Insider.

Leia também:

Outras informações sobre Zuckerberg também ficaram disponíveis para hackers e criminosos, como os lugares onde ele fez login,detalhes sobre seu casamento e a identificação de um usuário usado em perfil privado.

O vazamento

A exposição de dados se deu devido a uma vulnerabilidade antiga no sistema da rede social, que permitia acessar o número de telefone vinculado a qualquer URL. Um porta-voz do Facebook garante que os dados vazados são de 2019 e que a falha já foi corrigida.

Apesar de o vazamento de informações não ser novo, muitas dessas informações ainda continuam atuais. O risco de ter dados espalhados pela internet em fóruns de hackers continua sendo o mesmo. 

Um site confiável e usado por especialistas mostra se os seus dados foram expostos na brecha do Facebook.

Quem descobriu o vazamento foi Alon Gal, um pesquisador de segurança digital de Israel. De acordo com um levantamento feito por Gal, informações de oito milhões de contas no Brasil tiveram informações roubadas e, com isso, é o 15º país com mais dados expostos.