Projeções por vaga na Libertadores: as chances de cada clube no Brasileirão

Fabio Utz
·1 minuto de leitura

Nunca um pontinho foi tão valioso... Todo ano se diz a mesma coisa, mas é fato que há muito tempo não se via um Campeonato Brasileiro tão equilibrado e aberto a esta altura. Após a 30ª rodada (há alguns jogos atrasados por serem disputados), nada menos que seis times brigam pelo título, enquanto na parte inferior da tabela a distância entre aqueles que lutam para permanecer na primeira divisão também é mínima. Com base em dados dos site Infobola e Chance de Gol, confira as projeções atualizadas para se garantir uma vaga no G-4 e escapar do rebaixamento.

1. CHANCE DE G-4

Alexandre Schneider/Getty Images
Alexandre Schneider/Getty Images

São Paulo – 91%

Internacional – 86%

Atlético-MG – 73%

Flamengo – 53%

Palmeiras – 50%

Grêmio – 37%

Fluminense – 5%

Santos – 4%

Corinthians – 1%

2. CHANCE DE G-6

2020 Brasileirao Series A: Flamengo v Gremio Play Behind Closed Doors Amidst the Coronavirus (COVID | Buda Mendes/Getty Images
2020 Brasileirao Series A: Flamengo v Gremio Play Behind Closed Doors Amidst the Coronavirus (COVID | Buda Mendes/Getty Images

São Paulo – 100%

Internacional – 100%

Atlético-MG – 100%

Palmeiras – 97,3%

Grêmio - 87,5%

Flamengo – 84,2%

Fluminense - 16,4%

Santos - 13,2%

Corinthians – 6,4%

3. CHANCES DE G-7 E G-8

2020 Brasileirao Series A: Corinthians v Fluminense Play Behind Closed Doors Amidst the Coronavirus | Alexandre Schneider/Getty Images
2020 Brasileirao Series A: Corinthians v Fluminense Play Behind Closed Doors Amidst the Coronavirus | Alexandre Schneider/Getty Images

Nestes casos, todos os primeiros colocados na tabela já estariam assegurados no torneio. O Flamengo (94% em caso de G-7) só perderia a vaga se uma tragédia acontecesse. O Flu (46% e 74%) veria suas chances aumentarem significativamente, assim como o próprio Corinthians (21,2% e 46,6%). Ao abrir uma oitava vaga, também surgiria uma brecha de esperança para Ceará (7,8%), Red Bull Bragantino (4,5%) e Athletico Paranaense (3,6%).