Da rejeição ao gol, Fellipe Bastos quer 'colocar o Vasco lá em cima'

Fellipe Bastos teve atuação regular contra a equipe do Bahia (Rafael Ribeiro/Vasco)
Fellipe Bastos teve atuação regular contra a equipe do Bahia (Rafael Ribeiro/Vasco)


O jovem Talles Magno se tornou o personagem principal do jogo do Vasco do último domingo ao marcar o primeiro gol dele como profissional. Mas o autor do segundo gol da partida contra o São Paulo também fez o primeiro dele, mas nesta que já é a terceira passagem. Fellipe Bastos, que quer ver o Cruz-Maltino voltar aos tempos de glória.

- De vez em quando eu me pego cantando as músicas da torcida. Fico muito feliz pelos gols dos meus companheiros. A minha identificação com o clube não vem de agora, vem desde que cheguei, em 2010. É lógico que tem seus percalços, coisas coisas boas, coisas ruins, mas também títulos. É uma coisa que vou levar para o resto da minha vida - comentou ao site oficial do Vasco. E o volante, hoje com 29 anos, completou:

- Espero ainda contribuir para história bonita do clube. A gente quer resgatar o Vasco gigante que todo mundo conheceu. Queremos colocar o Vasco lá em cima. Não queremos brigar na parte de baixo, mas lá no alto, onde um clube dessa grandeza merece estar - finalizou.

Contratado a contragosto da torcida e anunciado com discrição, Fellipe marcou o primeiro gol no ano naquele que foi somente o sétimo jogo dele. Tem atuado mais como primeiro volante, diferentemente de outros momentos da carreira, quando era mais comum vê-lo perto da área.

Do início do ano até aqui, convive com acirrada concorrência. E ainda luta contra a desconfiança da torcida.








Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também