Da esperança ao pesadelo: duelos de ida no Morumbi complicam São Paulo

Antes das partidas contra Cruzeiro e Corinthians, o discurso de todos os jogadores do São Paulo era o mesmo: fazer um bom resultado no Morumbi para ter vantagem no jogo de volta, fora de casa. O Tricolor, porém, perdeu os dois confrontos por 2 a 0 e complicou-se na Copa do Brasil e no Campeonato Paulista.

O São Paulo se apegava ao retrospecto na temporada para nutrir a esperança de sair com vitórias no Morumbi. O time estava invicto em seu estádio nesta temporada até o jogo contra o Cruzeiro - eram seis vitórias e três empates.

A esperança, porém, virou pesadelo. O São Paulo agora tem o desafio de reverter essa desvantagem em jogos fora de casa, e o técnico Rogério Ceni não pensa em mudar a forma de a equipe atuar.

- Vamos trabalhar da mesma maneira como trabalhamos desde 4 de janeiro e o time vai jogar como foi em todos os jogos, sempre à frente, buscando o gol. Vamos analisar parte física e montar o time de acordo com a condição física e técnica para jogar sempre em busca do gol. É o que posso prometer ao torcedor - afirmou o treinador, antes de rechaçar priorizar alguma competição.

- Quando toma 2 a 0 em dois lugares iguais, vai priorizar o que? Temos que tentar reverter dois resultados difíceis fora de casa. Vamos analisar primeiro a situação do elenco, ver como se apresentam (nesta segunda-feira), porque correram muito e se cansaram no segundo tempo, alguns sentindo dores. Vamos avaliar de maneira geral como o elenco se apresenta. Na Copa do Brasil podemos variar mais, mas no Paulista é reduzido, com lesões como do Buffarini. Vamos fazer o melhor time - analisou Rogério Ceni, lembrando do limite de 28 jogadores inscritos no Paulistão.

O São Paulo se reapresenta nesta segunta-feira e embarca para Belo Horizonte na terça. A partida contra o Cruzeiro será quarta, às 19h30, no Mineirão. Já o clássico contra o Corinthians será no próximo domingo, às 16h, em Itaquera.









E MAIS: