Dívida do Santos com o presidente Andres Rueda supera os R$ 17 milhões

Presidente Andres Rueda ainda não cobrou a dívida do Santos (FOTO: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/Santos FC)


A dívida do Santos com o presidente Andres Rueda chegou a R$ 17,6 milhões no final de 2021, de acordo com o balanço do clube obtido pelo LANCE!/DIÁRIO DO PEIXE. O Conselho Deliberativo do Peixe tem reunião nesta quarta-feira para votar o parecer do Conselho Fiscal sobre as contas e a recomendação do órgão é pela aprovação.

A dívida do Santos com Andres Rueda foi originada antes mesmo dele assumir a presidência. No final de 2020, o dirigente fez um empréstimo de R$ 16,5 milhões ao clube para o pagamento da dívida com o Hamburgo pela compra do zagueiro Cléber Reis, que gerava o transferban ao clube e podia até provocar a perda de pontos do Peixe no Campeonato Brasileiro.

O empréstimo de Andres Rueda foi aprovado na época pelo Conselho Deliberativo e o presidente ainda não recebeu qualquer valor pela dívida, nem cobrou o clube. O valor da dívida foi corrigido e teve um acréscimo de R$ 1,1 milhão em 2021.

As contas do Santos serão analisadas e votadas pelo Conselho Deliberativo nesta quarta. De acordo com o balanço, o Peixe teve um superávit de R$ 43 milhões. A dívida total está em R$ 420 milhões, sendo R$ 316 milhões de curto prazo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos