Dívida do Galo chega a R$ 1 bilhão e clube prepara evento para mostrar finanças

Valinor Conteúdo
·1 minuto de leitura
Foto: Pedro Souza/Atletico

A nova gestão do Atlético-MG está disposta a ser mais transparente em suas ações. Pelo menos é a vontade do presidente Sérgio Coelho, que anunciou que fará um "Galo Business Day" para mostrar como está a vida financeira do clube, incluindo o balanço de 2020, que ainda não foi votado pelo Conselho Deliberativo.  

>> Ouça o 'Segunda Bola', o podcast do Yahoo com Alexandre Praetzel e Jorge Nicola

E, uma das coisas que serão expostas é o endividamento do clube, que supera R$ 1 bilhão. A notícia da dívida bilionária do Galo foi veiculada pelo Estado de Minas e confirmada pelo L!. 

O montante se refere ao aumento da dívida de saindo dos R$ 746 milhões em 2019 para o bilhão, um aumento em mais de R$ 300 milhões.

Leia também:

O mandatário atleticano afirmou que deseja colocar o Atlético nos trilhos em cinco anos, tornando a instituição sustentável financeiramente. 

O "Galo Business Day" será um evento, ainda sem data por conta da pandemia, para oferecer informações claras do dia a dia do clube para a torcida, imprensa e patrocinadores. 

Colocar as finanças do Atlético de forma mais transparente pode explicar as contratações milionárias que o clube vem fazendo desde 2020 com a ajuda de um mecenas, a MRV, seu principal parceiro comercial no momento. Essas indagações podem ser sanadas com o "Galo Business Day", o que pode atrair futuros investidores, já que o clube terá transparência nas suas contas e mostrará o potencial de retorno para quem aportar recursos no Galo.