Dínamo aciona o São Paulo por atraso em pagamento de Tchê Tchê

Fellipe Lucena
LANCE!
Tchê Tchê é titular do São Paulo e pode jogar mesmo com a pendência na Fifa - FOTO: Rubens Chiri/saopaulofc.net
Tchê Tchê é titular do São Paulo e pode jogar mesmo com a pendência na Fifa - FOTO: Rubens Chiri/saopaulofc.net


O Dínamo de Kiev, da Ucrânia, acionou o São Paulo na Fifa por um atraso em parte do pagamento pela compra de Tchê Tchê. A informação foi divulgada inicialmente pelo Uol. O valor devido ao clube ucraniano não é o total da compra (5 milhões de euros, cerca de R$ 22 milhões).

Nos bastidores, a diretoria do São Paulo justifica que o atraso no pagamento do River Plate (ARG) por Lucas Pratto está diretamente relacionado ao débito por Tchê Tchê. O Tricolor, aliás, também acionou a Fifa neste caso.

No começo de 2020, o clube argentino pagou 4 milhões de euros (R$ 18 milhões) atrasados pelo atacante - o São Paulo ainda briga por multa e juros (cerca de R$ 2,3 milhões). Com o dinheiro em caixa, os paulistas sinalizaram ao Dínamo que poderiam fazer o pagamento do débito. Havia uma parcela de 1,5 milhão de euros (R$ 7 milhões) a ser paga em dezembro de 2019.

Com dificuldade no fluxo de caixa, clube dividiu esse valor em três parcelas de 500 mil euros (R$ 2,3 milhões) e pagou duas. Na terceira, o Dínamo avisou que iria à Fifa para receber uma multa em cima do atraso.

O São Paulo fechou 2019 com déficit de R$ 180 milhões e passa por dificuldades financeiras que só serão amenizadas se algum jogador for negociado. Havia conversas com o Red Bull Bragantino pelo zagueiro Walce, mas a grave lesão no joelho esquerdo do jogador esfriou as tratativas. As investidas de Red Bull Leipzig e Borussia Dortmund por Antony também não avançaram porque o Tricolor pediu mais dinheiro.

Tchê Tchê será titular na estreia do Paulistão, às 21h30 desta quarta-feira, no Morumbi, contra o Água Santa. Apesar da discussão na Fifa, ele não está impedido de jogar.






Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também