Cynthia Calvillo dispara contra Paige VanZant: “Não a respeito como artista marcial”

Neste sábado (7), Cynthia Calvillo encara Marina Rodriguez pelo co-main event do UFC Washington, na capital dos Estados Unidos. Apesar de estar focada em seu combate, que pode lhe garantir a conquista de mais algumas posições no ranking peso-palha (52 kg) da organização em caso de vitória, a americana não deixou de se incomodar com o desafio feito por Paige VanZant, sua ex-companheira de equipe no ‘Team Alpha Male’.

Em outubro, VanZant – que medirá forças contra Amanda Ribas no UFC Brasília, no dia 14 de março – estava à procura de uma adversária e utilizou suas redes sociais para desafiar praticamente todas as atletas do peso-palha e peso-mosca do Ultimate. A publicação – que inicialmente parecia também uma tentativa de atingir Mayce Barber, desafeto de Paige e que foi ignorada por ela na lista divulgada – incomodou Calvillo, que enviou algumas respostas, mas acabou ignorada pela ex-companheira de time.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Ao site ‘MMA Fighting’, Calvillo explicou que sabia da intenção de VanZant em ‘cutucar’ Barber com a publicação, mas que se irritou com a falta de resposta da ex-companheira. Apesar disso, a americana não vê benefícios em enfrentar Paige, a quem afirmou não respeitar como lutadora. Atualmente ocupando a décima posição do ranking peso-palha, Cynthia busca crescer dentro da categoria para um dia pedir por uma luta pelo cinturão até 52 kg do UFC.

“Eu sei que ela estava apenas tentando dar uma cutucada na Maycee (Barber), mas o que eu não gostei é que muitas lutadoras que ela marcou (na publicação) responderam ao post dela e ela as notava. Quando eu respondia, ela apagava e eu ficava: ‘Por que você está fazendo isso’. Eu realmente não ligo. Não acho que ela seja uma boa lutadora. Realmente não a respeito como uma artista marcial de verdade. Não odeio ninguém por como eles querem ser bem sucedidos e o que ela queira fazer ou como ela queira fazer isso, é com ela, nada contra, mas se ela começar a me incluir e colocar meu nome em sua boca? Nós estamos em dois caminhos diferentes. Eu quero ser uma campeã mundial, quero ser a melhor”, declarou Cynthia Calvillo, antes de completar.

“Ela não é do meu interesse de jeito algum. Eu não sinto que vencê-la significaria algo, mas eu fiquei irritada com ela me desafiando e apagando minhas respostas. Sinto que isso era mais desrespeitoso. Ela dizia que era um desafio respeitoso, mas apagava minhas respostas. Era um monte de m***”, contou a americana.

Para Calvillo, tudo não passa de uma tentativa de chamar a atenção da mídia e dos fãs por parte de Paige VanZant, que é uma das atletas mais famosas do plantel feminino do Ultimate. Uma das mais bem sucedidas lutadoras fora dos octógonos, ’12 Gauge’, como é conhecida, já declarou que consegue maior lucro financeiro com as publicidades que faz nas redes sociais do que competindo no UFC.

“Eu entendo que esse é o estilo dela. É assim que ela é paga. Ela gosta de chamar atenção, incitar problemas, porque ninguém nunca vai prestar atenção nela por ser uma das melhores lutadoras de todos os tempos porque ela é uma m*** lutando. Dê atenção para ela por causa da beleza e (porque) ela gosta de provocar drama. É isso que ela faz”, concluiu.

Cynthia Calvillo possui oito vitórias e apenas uma derrota em sua carreira no MMA profissional. Além do combate entre a americana e a brasileira Marina Rodriguez pelo co-main event, o UFC Washington, que acontece neste sábado, terá o duelo entre os pesos-pesados Alistair Overeem e Jairzinho Rozenstruik na luta principal do show.

Leia também