Fiorentina e o mundo do futebol dão último adeus a Astori

EFE

Roma, 8 mar (EFE).- Milhares de pessoas, torcedores e representantes políticos e do mundo do futebol deram nesta quinta-feira o último adeus em Florença ao zagueiro e capitão da Fiorentina, Davide Astori, que morreu no domingo devido a uma parada cardíaca.

O funeral foi realizado na Basílica da Santa Cruz, onde uma multidão se reuniu para se despedir com diversos cartazes em agradecimento ao jogador.

Uma multidão de torcedores se concentrou em frente ao templo com cachecóis e bandeiras do clube, e receberam o caixão com um emocionante aplauso.

Antes do enterro, o cortejo fúnebre fez uma parada no estádio Artemio Franchi, a casa da Fiorentina, onde várias pessoas esperavam com camisas e fotos do jogador.

O funeral, privado e oficiado pelo arcebispo de Florença, Giuseppe Betori, contou com a presença dos companheiros de equipe e de jogadores de todas as categorias de base, visivelmente emocionados e vestidos com o uniforme da 'Viola'.

Também compareceram representantes de outras equipes do futebol italiano. Da Juventus, foram o técnico Massimiliano Allegri, o goleiro Gianluigi Buffon, o volante Claudio Marchisio, e o zagueiro Giorgio Chiellini. Da Roma, o histórico ex-capitão Francesco Totti, o diretor-geral Mauro Baldissoni, o atacante Stephan El Shaarawy, o volante Radja Nainggolan e o meia Lorenzo Pellegrini.

Ainda marcaram presença dirigentes esportivos e representantes políticos como o diretor executivo da marca Tod's e um dos proprietários da Fiorentina, Diego Della Valle, além do ex-primeiro-ministro e antigo prefeito de Florença, Matteo Renzi.

Astori morreu no último domingo, aos 31 anos, no quarto de um hotel em Udine, norte da Itália, onde estava concentrado com o clube. EFE


Leia também