Cuquinha externa insatisfação com atuação do Atlético-MG: 'Contente ninguém está'

Nathalia Almeida
·1 minuto de leitura

Encarando aquele que teoricamente carrega o status de time mais fraco da chave, o Atlético-MG não conseguiu se impor, abusou dos cruzamentos, saiu atrás do marcador e quase perdeu para o Deportivo La Guaira na Venezuela. O empate por 1 a 1, graças ao gol salvador de Matías Zaracho na metade da segunda etapa, salvou o Galo de um constrangimento ainda maior em sua estreia na Libertadores. O ponto somado, de todo jeito, não foi comemorado pela comissão técnica alvinegra.

Em entrevista concedida após o encerramento do duelo (via UOL Esportes), o auxiliar técnico Cuquinha, que substituiu o suspenso Cuca na área técnica atleticana, não escondeu sua insatisfação e frustração com a performance do time. De acordo com o profissional, a atuação do Galo passou longe de condizer com o que foi preparado e treinado pelo grupo durante a semana.

Galo abusou de cruzar bolas na área adversária, sem sucesso | MANAURE QUINTERO/Getty Images
Galo abusou de cruzar bolas na área adversária, sem sucesso | MANAURE QUINTERO/Getty Images

"Falta muita coisa ainda. A gente não está contente. Estamos tristes, principalmente com o desempenho do começo do jogo. Não era isso que a gente veio fazer. Não era o propósito de cruzar bolas do jeito que a gente cruzou. Nós nem treinamos desse jeito. A gente não tem que se lamentar. Vou falar pela décima vez: o negócio é trabalhar. Contente ninguém está. A gente esperava mais, principalmente em termos de resultado", afirmou.

Com um ponto na bagagem, o Galo volta ao Brasil e retorna suas atenções ao Campeonato Mineiro, encarando o Athletic no sábado (24). Pela Libertadores, o campeão de 2013 tem o América de Cali como próximo adversário, no dia 27 de abril.