Cuevas vence Ramos-Viñolas e é tricampeão do Aberto do Brasil

Pablo Cuevas é tricampeão do Aberto do Brasil. Nesta segunda-feira, em duelo realizado na quadra central do Esporte Clube Pinheiros, na cidade de São Paulo, o uruguaio conseguiu se sobressair diante do espanhol Albert Ramos-Viñolas e conquistou o título com uma vitória por 2 sets a 1, com parciais de 6/7(3), 6/4 e 6/4.

A partida, que teve um total de 3h07 de duração dentro de quadra, enfrentou diversos contratempos fora dela. Isto porque o jogo deveria ter sido realizado no último domingo, mas teve que ser adiado para esta segunda-feira devido à chuva que castigou a capital paulista. Marcado para as 12h(de Brasília), o duelo teve início somente às 18h05(de Brasília). No entanto, a partir do momento em que retornou, se desenvolveu sem grandes problemas.

Com o resultado, o uruguaio Pablo Cuevas, que antes da conquista ocupava a posição de número 33 no ranking mundial, chegou ao terceiro título consecutivo no Aberto do Brasil, já que havia levantado a taça em 2015 e 2016. Com a conquista, o tenista se igualou ao espanhol Nicolas Almagro, que venceu em 2008, 2011 e 2012, como o maior campeão da competição.

O primeiro set, realizado ainda no domingo, contou com um grande equilíbrio, com os dois tenistas confirmando todos os seus serviços. Ramos-Viñolas, porém, teve frieza para evitar dois set points de Pablo Cuevas e prevalecer no tie-break com três mini-quebras, fechando a primeira parcial em 7/6(3).

O segundo set foi muito mais movimentado. No início, ainda no domingo, o uruguaio conseguiu uma quebra de saque, mas o espanhol devolveu logo na sequência, com a partida sendo interrompida pela chuva empatada em 3/3. No recomeço do jogo, apenas às 18h05(de Brasília) desta segunda-feira, Pablo Cuevas conseguiu ter um desempenho melhor, quebrar mais um serviço e empatar a partida ao fechar a parcial em 6/4.

Assim como durante todo o jogo, o equilíbrio foi grande no terceiro set. No entanto, Pablo Cuevas conseguiu um desempenho impecável para garantir o título. O uruguaio foi perfeito nos seus games de serviço e ainda conseguiu a quebra de um saque de Ramos-Viñolas para fechar em 6/4 e confirmar o tricampeonato do Aberto do Brasil.

Leia também