Cuca vê justiça em empate entre Santos e Ceará: 'Poderíamos até ter ganho'

Fábio Lázaro
·1 minuto de leitura


O técnico Cuca avaliou positivamente o Santos no empate em 0 a 0 contra o Ceará, nesta quinta-feira (28), pelo confronto de ida das oitavas de final da Copa do Brasil, na Vila Belmiro. O comandante santista ainda disse que diante das circunstâncias do jogo, o Peixe poderia ter vencido mesmo jogando todo o segundo tempo com um jogador a menos, já que o zagueiro Lucas Veríssimo foi expulso aos 45 minutos da etapa inicial.

- Em termos de finalização e posse, foi parecido no fim mesmo assim. Dá uma conotação de empate justo. Poderíamos até ter ganho. Nos 30 ou 40 minutos Ceará teve chances, depois reequilibramos a equipe fisicamente e ficou aberto. Não abdicamos de jogar, marcamos pressão e tentamos até o final vencer - disse em entrevista coletiva virtual após a partida.

Embora admita que o jogo foi distinto antes e depois da expulsão do camisa 28, o treinador santista negou que a equipe tenha recuado após ficar em desvantagem numérica em relação ao adversário.

- Jogo tem que ser dividido em partes. A parte 11x11 e 10x11. Começamos muito bem, dominando as ações e criando oportunidades. Jogamos com Jobson adiantado ao lado do Jean Mota, criaram movimentações interessantes e envolvemos o Ceará. Criamos muitas chances e precisamos definir quando criamos assim - disse Cuca.

- Foi um jogo igual, mesmo com um a menos. Não se viu o Santos recuado. Propomos o jogo assim mesmo. Posse e conclusões foram parecidas - completou.

Com igualdade no marcador dos primeiros 45 minutos, o Alvinegro Praiano terá que buscar a classificação às quartas de final da Copa do Brasil na próxima quarta-feira (04), no estádio do Castelão, em Fortaleza, às 19h. Qualquer empate leva a decisão para os pênaltis.