Cuca tem julgamento por ofensas a Vuaden adiado pelo STJD

·1 minuto de leitura


O julgamento do técnico Cuca foi adiado pelo STJD. O Atlético-MG entrou com um recurso para acabar com a suspensão de quatro jogos, com dois cumpridos, por ter xingado o árbitro Leandro Vuaden, no duelo contra Ceará, pelo Brasileirão. A nova data anda não foi definida.

O julgamento seria nesta quinta-feira, 2 de setembro, mas a a assessoria do órgão disse que o processo foi retirado de pauta para ser apreciada proposta de Transação Disciplinar ofertada pelo clube.

Na súmula, Vuaden relatou que se sentiu ofendido em sua honra pela conduta do treinador do Galo. O árbitro comentou que Cuca foi reclamar contra decisões da arbitragem e iniciou ataques verbais contra ele e sua família, afirmando que ele era um árbitro "vagabundo", além de ameaças físicas.

O treinador, posteriormente, pediu desculpas públicas pelo ocorrido em nota enviada à imprensa.

-Venho, portanto, com toda humildade, me retratar e pedir desculpas ao árbitro e ao homem Vuaden. Nunca poderia ter usado as palavras que usei, exageradas, injustas e que não expressam de forma alguma o que eu penso sobre ele e o que eu sinto por ele-disse na época.

Cuca foi punido em primeira instância com quatro jogos de suspensão, mas a defesa do Galo conseguiu um efeito suspensivo da pena e ainda levou o pleito para o Pleno do STJD, que ainda vai ser julgado.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos