Cuca nega clima de revanche contra o Palmeiras: 'Quem perdeu foi o Santos. O confronto é com o Atlético'

·1 minuto de leitura


Em 2021, Palmeiras e Santos decidiram a Libertadores, referente ao ano de 2020. E, no banco do Peixe estava o atual treinador do Atlético-MG, Cuca, que fez uma campanha surpreendente com a equipe da baixada, levando-a a uma decisão diante do forte elenco comandado por Abel Ferreira.

No duelo do Maracanã, após empate duro, dois times já pensavam na prorrogação, quando Breno Lopes marcou aos 53 minutos do segundo tempo, depois que houve um estranhamento entre Cuca e Marcos Rocha, seu jogador no Galo vencedor da Libertadores de 2013.

O gol do atacante palmeirense doeu no santista e claro, em Cuca, naquele dia 30 de janeiro. Mas, o destino colocou o Verdão de volta no caminho do treinador, comandante do alvinegro de Minas.

E, o técnico nega que tenha sentimento de revanche contra o Palmeiras, rival por uma vaga na decisão da .Libertadores e que pode impedir o sonho do bicampeonato atleticano da maior competição das américas.

Cuca afirmou que agora está no Atlético e o confronto é com o Galo. O tempo passou e quem perdeu aquela decisão foi o Santos.

O treinador do time mineiro também destacou o novo reforço do Atlético para a decisão com o Verdão, a volta da torcida, que esteve presente diante do River após 500 dias de ausência. O torcedor estava com “sede” para ver o time ao vivo no campo de jogo. Confira nos vídeos o que Cuca falou dos próximo desafios do Galo.

Atlético MG x River Plate
Atlético MG x River Plate

Hulk marca um golaço, mostrando a força do Galo, que encara o Palmeiras nas semifinais da Libertadores-(BRUNA PRADO / POOL / AFP)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos