Cuca lembra expulsão "injusta" na final da Libertadores

LANCE!/DIÁRIO DO PEIXE
·1 minuto de leitura

Pela primeira vez depois da derrota na decisão da Copa Libertadores da América, o técnico Cuca participou de uma entrevista coletiva. Apesar de o assunto principal ser o jogo contra o Grêmio, o treinador foi questionado sobre a final e lembrou do lance de sua polêmica expulsão.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Esportes no Google News

- Treinador sair expulso, da maneira injusta que eu saí, e se eu fizesse eu falaria. Não fiz nada. Dominei uma bola como sempre faço e quando me abaixei o jogador estava em cima e eu caí. Ele (Marcos Rocha) não fez o suficiente também para essa celeuma que o árbitro criou - afirmou o treinador.

Leia também:

Logo na sequência da expulsão, o Santos acabou sofrendo o gol que definiu a final. Cuca disse ser coincidência e não viu ligação entre os dois momentos.

- Não tomamos gol porque treinador foi expulso, foi coincidência horrível. Nada a ver com desestabilizar time - concluiu o treinador.

Cuca e o Santos tem mais cinco jogos na temporada, visando classificação para a próxima edição da Copa Libertadores da América. O próximo desafio no Campeonato Brasileiro será já neste sábado, 21h, contra o Atlético Goianiense, no Estádio Antônio Accioly, em Goiânia.

Siga o Yahoo Esportes no Instagram, Facebook e Twitter

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos