Cuca confirma ausência de Arana contra o Boca: 'ou liberava ele ou ele seria cortado'

·1 minuto de leitura


O Atlético-MG até tentou liberar o lateral-esquerdo Guilherme Arana da convocação para os Jogos Olímpicos de Tóquio, mas a CBF não abriu mão do jogador, que ficará longe do clube por um longo período. Caso o Brasil chegue nas fases decisivas do torneio de futebol, Arana pode retornar ao Galo somente em agosto.

O técnico Cuca se pronunciou e revelou que teve de liberar o atleta, senão ele seria cortado, mesmo que os times não sejam obrigados a ceder seus jogadores. O comandante não terá Arana nos duelos contra o Boca Juniors, pelas oitavas de final da Libertadores, nos dias 13 e 20 de julho. Confira o que Cuca declarou sobre a situação no vídeo acima.

Arana ficará longe do Galo em boa parte do mês de julho
Arana ficará longe do Galo em boa parte do mês de julho

Arana ficará longe do Galo em boa parte do mês de julho-(Pedro Souza/Atlético-MG)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos