Cuca assume que não há pressa para ter Diego Costa entre os 11 titulares: 'Estamos indo de forma gradual'

·1 minuto de leitura


Diego Costa esteve em campo mais uma vez e mesmo ainda longe da sua forma ideal, teve boa participação, quando quase marcou para o Atlético-MG na vitória por 1 a 0 sobre o Fluminense, gol de Hulk, de pênalti, que garantiu o Galo nas semifinais da Copa do Brasil, na noite de quarta-feira, 15 de setembro, no Mineirão, pelas quartas de final da competição.

Foi o terceiro jogo do atacante, que marcou um gol na estreia diante do Red Bull Bragantino. Apesar de estar se adaptando rapidamente ao time, o técnico Cuca ainda não quer garantir Diego entre os onze titulares, pois o jogador ficou sem atuar regularmente por oito meses e isso ainda pesa no seu desempenho.

O técnico atleticano não quer “queimar etapas” com o jogador e fazer um processo gradual para sua entrada de vez na equipe, tendo Diego Costa na plenitude de sua forma física e técnica para a reta final da temporada. Confira no vídeo a avaliação de Cuca sobre por o atacante desde o início.

Diego entrou no segundo tempo, teve boa movimentação e quase marcou para o time mineiro
Diego entrou no segundo tempo, teve boa movimentação e quase marcou para o time mineiro

Diego entrou no segundo tempo, teve boa movimentação e quase marcou para o time mineiro-(Pedro Souza/Atlético-MG)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos