Cubanos se lesionam, e grego conquista o ouro na última tentativa do salto em distância

·1 minuto de leitura


A penúltima prova desta segunda do atletismo nos Jogos Olímpicos foi de grandes reviravoltas e muita emoção. No salto em distância, a medalha de ouro ficou com o grego Miltiadis Tentoglou, que conquistou o lugar mais alto do pódio na última tentativa. Os cubanos Juan Echevarria e Maykel Masso, ficaram com prata e bronze, respectivamente.

+ Isaquias Queiroz e Jacky Godmann avançam às semifinais do C2 1000m

Mas a prova também ficou marcada pelas lesões dos dois cubanos. Echevarria liderava a prova até o último salto que fez, contudo, na aterrissagem da tentativa, lesionou o pé, e não fez o último salto o qual tinha direito. O mesmo aconteceu com o compatriota Maykel Masso, que também não realizou o último salto.

+ Jogos Olímpicos: Arthur Zanetti pode se tornar o primeiro a conquistar três medalhas consecutivas nas argolas

Com os adversários fora do páreo, Tentoglou precisava igualar a marca de 8,41m, de Echevarria, para conquistar o ouro. E foi exatamente o que o grego fez. No critério de desempate, Tentoglou venceu por ter feito o penúltimo salto melhor que o do cubano. Ao fim do último salto, o grego não sabia das lesões dos adversários e demorou para comemorar o ouro.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos