Cruzeiro x Atlético-MG: clássico do centenário ficará na história por marca inédita e 'negativa'

Fabio Utz
·1 minuto de leitura

Atlético-MG e Cruzeiro não se enfrentam desde 7 de março do ano passado. No próximo domingo (11), exatos 400 dias depois, a rivalidade volta a campo em duelo válido pela 9ª rodada do Campeonato Mineiro. No entanto, a partida terá uma marca "negativa".

Raposa ocupa a terceira colocação no Estadual | Pedro Vilela/Getty Images
Raposa ocupa a terceira colocação no Estadual | Pedro Vilela/Getty Images

Pela primeira vez na história, o principal clássico de Minas Gerais, que completará 100 anos no dia 17, será disputado sem a presença de torcedores. Isso, claro, em função da pandemia de coronavírus, que impede aglomerações de pessoas - o Brasil, no momento, tenta controlar aquela que é a pior fase da doença em seu território.

Galo lidera o Mineiro até o momento | Pedro Vilela/Getty Images
Galo lidera o Mineiro até o momento | Pedro Vilela/Getty Images

Para efeitos de comparação, como mostra matéria do GE.Globo, o embate entre Galo e Raposa com maior público aconteceu em 4 de maio de 1969, com vitória celeste por 1 a 0. Na ocasião, nada menos que 123.351 pessoas compareceram ao Mineirão, que também receberá o jogo do final de semana. Ao longo da história, dez clássicos foram disputados sob os olhares de mais de 100 mil fãs.

O Atlético-MG é o atual líder do Estadual, com 21 pontos. Já o Cruzeiro aparece em terceiro lugar, com 14.

Para mais notícias do Atlético-MG, clique aqui.

Para mais notícias do Cruzeiro, clique aqui.

Quer saber como se prevenir do coronavírus? #FiqueEmCasa e clique ​aqui.