Cruzeiro vive drama no fim da Série B e luta para evitar nova queda

·1 min de leitura


O Cruzeiro conseguiu transformar seu final de Série B em um drama. De candidato ao acesso, a Raposa agora briga para evitar o rebaixamento à Série C, o que seria uma “tragédia” ainda mais na história gloriosa do clube azul.

Esse “perigo real e imediato” começou a ficar mais intenso para os comandados de Luxemburgo nos dois jogos em casa, contra Remo e Vila Nova-GO, pelas 32ª e 33ª rodadas, quando o Cruzeiro, com 39 pontos na ocasião, perdeu a chance de vencer os rivais, chegar aos 45 pontos e confirmar sua permanência na segunda divisão em 2022.

Com a derrota para o Remo e o empate diante do Vila, a sequência da 33ª rodada da Série B trouxe rivais do Z4 para mais perto do time mineiro, que está com 40 pontos, dois a mais do que Londrina, 16º, e Brusque, 17º, que venceram na rodada Remo e Náutico respectivamente.

Outro rival que está colado no time azul é a Ponte Preta, que empatou com o quarto colocado Goiás e chegou aos 39 pontos, na 15ª posição, uma abaixo da Raposa.

Com esse cenário, o Cruzeiro tem duas decisões nas próximas rodadas da Série B. Confrontos diretos com Londrina, sexta-feira, 5 de novembro, fora de casa, e Brusque, terça-feira, dia 9, em Belo Horizonte.

Em caso de derrota para o Londrina, o time mineiro dependerá dos resultados de Ponte Preta e Brusque para não terminar a 34ª rodada no Z4. Duas vitórias acabam com a dificuldade e garante o Cruzeiro na Série B de 2022. Confira abaixo quais são os últimos jogos do time azul.

-5/11 - Londrina (fora)
-9/11 - Brusque (casa)
-14/11 - Vitória (fora)
-19/11 - Sampaio Corrêa (fora)
-26/11 - Náutico (casa)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos