Cruzeiro vence o Botafogo-SP fora de casa e sobe para 13º na Série B

Valinor Conteúdo
·2 minuto de leitura


O Cruzeiro conseguiu mais um resultado positivo sob o comando de Felipão. A Raposa derrotou o Botafogo-SP por 1 a 0, gol de Airton, artilheiro da equipe na Série B com três gols, ao lado de Arthur Caike, além de uma assistência.

O duelo, pela 20ª rodada, foi disputado no Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto, nesta sexta-feira, 6 de novembro.

Com o resultado, o time mineiro deu um grande salto na tabela, subindo da 16ª posição, para a 13ª colocação, com 23 pontos. O time paulista estacionou em 19º, com 18 pontos.

Foi o sexto jogo seguido sem derrota do Cruzeiro, sendo quatro de invencibilidade com Felipão, que venceu três partidas e empatou um.

Em outra jornada suada da Raposa, o triunfo veio com muita garra do time em campo, mais aplicado em campo e ainda contando com a boa fase de Airton, decisivo nos últimos cinco jogos do time celeste.

Próximos jogos

A Raposa encara na 21ª rodada o Guarani em Belo Horizonte na segunda-feira, 9 de novembro, às 20h, no Mineirão. Já a equipe do Botafogo tem pela frente o Confiança, na terça-feira, 10, às 21h30, em Aracaju.


FICHA TÉCNICA

BOTAFOGO-SP 0 X 1 CRUZEIRO
Data-Horário: 6 de novembro, às 19h15
Estádio-Local: Santa Cruz, Ribeirão Preto(SP)
Árbitro: Pablo Ramon Goncalves Pinheiro (RN)
Assistentes: Lorival Candido das Flores e Luis Carlos de França Costa(Ambos de RN)
Cartões amarelos: Patrick Brey(CRU), Willian Pottker(CRU), Robson(BOT), Marcelo Moreno(CRU), Fábio(CRU)
Cartões vermelhos:

Gol: Airton, aos 25’-2ºT(0-1)


Botafogo-SP: Darley, Valdemir(Matheus Alessandro, aos 33’-2ºT), Robson, Jordan e Martinelli(Romão, aos 35’-2ºT); Elicarlos, Edson Júnior(Jonata Machado, aos 35’-2ºT), e Bady(Matheus Anjos, aos 28’-2ºT); Ronald, Judivan(Wellington Tanque, aos 11’-2ºT) e Jeferson. Técnico: Claudinei Oliveira


Cruzeiro: Fábio, Raul Cáceres, Cacá, Manoel e Patrick Brey; Ramon e Jadsom; Filipe Machado(Claudinho, com 1’-2ºT(Adriano, aos 47’-2ºT)), Airton, Pottker(Wellinton, aos 34’-2ºT) e Marcelo Moreno(Sassá, aos 39’-2ºT). Técnico: Luiz Felipe Scolari