Cruzeiro vence batalha nos bastidores e poderá ter torcida na final

Se no campo a final segue empatada, ainda com vantagem do Galo conquistada na primeira parte do Campeonato Mineiro, nos bastidores o Cruzeiro conseguiu uma vitória. Em reunião nesta terça-feira, ficou definido que o time azul poderá contar com seus torcedores no Independência, no próximo domingo, no confronto de volta da final do torneio estadual.

Até a última semana, a polêmica sobre o assunto era gigante. A Polícia Militar pediu para não ter torcedores azuis, pois comprometia a segurança para as pessoas que frequentam o estádio. A Raposa buscou conversas para garantir que o regulamento seja feito – dando os 10% da carga.

Após a reunião entre diretorias de Atlético-MG e Cruzeiro, membros da Federação Mineira de Futebol (FMF), a PM e a administração do Independência, ficou decidido que 1.871 cruzeirenses poderão comprar bilhetes para a entrada na grande final. A carga total de ingressos é de 22.529. O restante das 20.210 entradas serão dos atleticanos.

No encontro ficou definido ainda que os torcedores do Cruzeiro não poderão levar bandeiras e instrumentos musicais, prática idêntica a de clássicos anteriores. Os atleticanos que ficarem em setores superiores também não poderão portar os objetos.

O Atlético divulgou nesta terça a tabela de preços para o clássico. Os alvinegros terão bilhetes de R$60 a R$300, enquanto os celestes vão comprar ingressos de R$80 a R$160.