Cruzeiro tem pressa para voltar a contratar reforços, mas precisa quitar dívidas na FIFA

·1 min de leitura


O Cruzeiro quer reforçar seu elenco em 2022. Mas, precisa conseguir se livrar das dívidas com a FIFA, o Transfer Ban. O time mineiro tem de quitar mais de R$ 13 milhões para poder voltar a contratar novos atletas e tentar montar um time competitivo no ano que vem.

Segundo o CEO do Cruzeiro, Paulo Assis, o clube sabe da necessidade de quitar os débito, porém, não tem como indicar um prazo.

- A gente tem ciência da importância da quitação dessa dívida. Para a gente, agora, é difícil estabelecer um prazo, porque nossa situação financeira segue bastante complicada. É fundamenta que nosso torcedor saiba da consciência da importância do assunto e temos trabalhado para resolver. Como os valores são muito altos, não é uma engenharia fácil de solucionar-disse em entrevista à TV Globo.

O Cruzeiro tem pressa em achar uma solução, pois o planejamento da temporada que vem passa pela liberação de contratar e ainda conseguir manter o técnico Vanderlei Luxemburgo, que ainda não renovou e tem dado frequentes declarações sobre a necessidade de poder montar um elenco forte.
.
O clube azul deve R$ 7 milhões ainda pela compra de Arrascaeta e mais R$ 6 milhões pela compra do atacante Riascos, em 2015, junto ao d Mazatlán, do México.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos