Cruzeiro segue com atrasos com o Huracán, que reclama: “vergonha”


A situação entre Huracán e Cruzeiro segue sem resolução. O clube argentino ainda reclama dos atrasos da Raposa para pagar a segunda parcela da compra dos direitos do atacante Ramon Ábila.

Em uma entrevista a uma rádio de Buenos Aires, o presidente Alejandro Nadur lamentou os atrasos celestes e tratou o caso como “vergonha”. A fala foi veiculada no dia que o atacante marcou o gol contra o Nacional-PAR, na última terça-feira, tento que deu a vitória aos celestes no duelo válido pela Copa Sul-Americana.

O Cruzeiro já pagou 2,7 milhões de dólares ao Huracán. Ainda resta 1,5 milhão. A Raposa propos de fazer o pagamento em prestações, mas os argentinos querem o dinheiro a vista, conforme combinado quando foi comprado os 50% dos direitos econômicos do atleta, em julho de 2016.