Cruzeiro só empata com o Cuiabá e praticamente dá adeus ao acesso para a Série A do Brasileiro

Valinor Conteúdo
·3 minuto de leitura


O Cruzeiro tropeçou mais uma vez casa e está praticamente dando adeus ao sonho de voltar à Série A do Campeonato Brasileiro. A Raposa ficou no empate em 0 a 0 com o Cuiabá, nesta terça-feira, no Independência, pela 32ª rodada da Série B.

Com o resultado, o time mineiro chegou aos 41 pontos, não sai da 11ª posição e pode no máximo fazer 59 pontos, o que aumenta a impossibilidade de subir de divisão. Para o time do Mato Grosso, , que está com 51 pontos, em 3º, a igualdade foi mais um passo para confirmar seu inédito acesso à elite nacional.

Mesmo com remotas chances matemáticas, o Cruzeiro, que fez apenas três pontos em 12 disputados, travando a reação que a equipe vinha tendo com Felipão no comando da equipe, não mostra desempenho em campo para conseguir uma sequência de vitórias.

O time celeste conseguiu vencer mais de dois jogos seguidos apenas nas três primeiras rodadas do primeiro turno. Logo, o acesso se torna uma “Missão Praticamente Impossível”.

Escalação mais ousada, mas sem resultado no primeiro tempo

Felipão abandonou seu esquema com três volantes e promoveu a estreia como titular de Giovanni Piccolomo e colocou Arthur Caike na vaga de Airton. A ideia foi boa, mas não contava com a boa postura do Cuiabá, que além de segurar o ataque celeste, teve a melhor chance da etapa inicial, que foi salva quase em cima da linha por Manoel.

Sem força criativa e ataque insosso com Arthur Caike e Pottker

O Cruzeiro não conseguiu criar. Mesmo com um passe mais qualificado, Giovanni não fez o time jogar. E, quando chegava perto da área, esbarrava na falta de boas jogadas e presença de William Pottker e Arthur Caike. Felipão tentou Airton, Régis e Thiago, mas entraram tarde em campo. Caike nem deveria ter começado o jogo, pois as últimas atuações não foram para ganhar a vaga de titular.

CONFIRA COMO FICOU A CLASSIFICAÇÃO DA SÉRIE B

Sonho de Série A ficando para 2022

Se era complicado antes do duelo com o Cuiabá, com o empate, ficou praticamente impossível conseguir o acesso. E, mesmo com chances matemáticas, o desempenho em campo não dá mais esperanças ao sofrido torcedor cruzeirense, que deverá ver seu time na segunda divisão no ano do centenário.

Próximos jogos

O Cruzeiro só volta a campo no dia 8 de janeiro, sexta-feira, contra o Sampaio Corrêa, em São Luis. Já o Cuiabá terá pela frente, no dia 5, na Arena Pantanal, o Juventude.

FICHA TÉCNICA

​CRUZEIRO 0 x 0 CUIABÁ
Data-Horário: 29 de dezembro, às 21h30
Estádio-Local: Independência, Belo Horizonte(MG)
Árbitro: Thiago Luis Scarascati(SP)
Assistentes: Neuza Inês Back (SP) e Daniel Luís Marques (SP)
Cartões amarelos: Jenison(CUI), Adriano(CRU), Allan Aal(CUI), Felipão(CRU), Matheus Barbosa(CUI), Manoel(CRU)
Cartões vermelhos:-


Cruzeiro: Fábio; Cáceres, Manoel, Ramon e Matheus Pereira; Adriano, Filipe Machado, Giovanni(Régis, aos 35’-2ºT); Arthur Caike(Airton, aos 27’-2ºT), William Pottker e Rafael Sobis(Thiago, aos 20’-2ºT). Técnico: Luiz Felipe Scolari

Cuiabá: João Carlos, Lucas Ramon, Ednei, Anderson Conceição e Alexandre Melo(Kunde, aos 32’-2ºT);Pierini,Matheus Barbosa, Nenê Bonilha, Felipe Marques(Maxwell, aos 25’-2ºT), Elton(Jenison, aos 25’-2ºT) e Marcinho(Willians Santana, aos 13’-2ºT): Allan Aal