Cruzeiro rescinde os contratos de Roberson e Matheus Índio

Valinor Conteúdo
·1 minuto de leitura


O Cruzeiro informou nesta sexta-feira, 13 de novembro que rescindiu os contratos dos meias Roberson e Matheus Índio, que não estão nos planos de Felipão para a sequência da Série B.

O clube azul disse que o acertou foi amigável entre as partes:

-O clube aproveita a oportunidade para agradecer ao comprometimento e profissionalismo de ambos e desejar sucesso na sequência de suas carreiras-dizia a nota da Raposa.

Matheus Índio nem chegou a jogar pelo Cruzeiro. Ele foi um pedido de Ney Franco. Mas, como o clube estava impedido de registrar novos atletas, o meia ficou apenas treinando na Toca da Raposa desde o fim de setembro.

Quando veio a liberação da punição imposta pela FIFA, o jogador, revelado nas categorias de base do Vasco e que estava no futebol português, ficou de fora do grupo que Scolari queria trabalhar.


O Cruzeiro, com a rescisão, terá de pagar uma parte do valor total do contrato assinado com Matheus Índio que será parcelado pela Raposa.

Roberson

Já Roberson, que foi contratado pelo Cruzeiro no início do ano, pelo conselho gestor e o ex-diretor de futebol Ocimar Bolicenho, não teve grande passagem pela Toca da Raposa.

O jogador, de 31 anos, fez apenas 13 jogos e apenas um gol marcado com a camisa celeste.