Cruzeiro recebe ordens de pagamento da FIFA por débitos referentes a Rafael Sóbis e Pedro Rocha

Valinor Conteúdo
LANCE!


O Cruzeiro foi notificado pela FIFA com duas novas ordens finais de pagamento com credores que acionaram o clube na entidade máxima do futebol. A Raposa tem de pagar mais de R$ 14 milhões referentes a débitos pelas aquisições dos atacantes Rafael Sóbis, contratado junto ao Tigres, do México, e por PEdro Rocha, que veio do Spartak, da Rússia.

A dívida referente a Sóbis é de 2016, quando a Raposa trouxe o jogador para o seu elenco. Os mexicanos cobram US$ 2.266,40 milhões, aproximadamente R$ 12 milhões, incluindo juros e custos do processo. O time mineiro tem até 15 de julho para quitar essa pendência, o que evitará nova punição.

Já em relação a vinda Pedro Rocha, o time russo cobra 395.619,00 mil euros(R$ 2,34 milhões) de parte do empréstimo do jogador, que deixou a Toca da Raposa no fim de 2019. O prazo para quitar essa dívida é até 6 de agosto.

O Cruzeiro ficará impedido de fazer negociações com atletas, contratando reforços até que as dívidas sejam pagas. O Cruzeiro disse, em nota, que não há risco de perda de pontos, como ocorreu no caso do volante Denilson. Confira a nota da Raposa na íntegra.






O Cruzeiro Esporte Clube informa que recebeu mais duas ordens finais de pagamentos em processos que tramitam na comissão disciplinar da FIFA.
O primeiro deles é referente ao atleta Rafael Sóbis, contratado no ano de 2016. O Cruzeiro possui três processos contra o Tigres-MEX. Em dois destes três processos já houve a condenação final e a ordem de pagamento foi enviada ao Clube, com data de pagamento para 15 de julho de 2020. A quantia é de USD 2,286,840 (Dois milhões, duzentos e oitenta e seis mil, oitocentos e quarenta dólares), oriunda do valor histórico da transação, mais juros e custos.

O Clube também recebeu ordem de pagamento no valor atualizado de EUR 395,619 (Trezentos e noventa e cinco mil, seiscentos e dezenove euros) ao Spartak Moscou, referente à negociação envolvendo o jogador Pedro Rocha, realizada em 2019. O pagamento tem data de vencimento no dia 6 de agosto de 2020.

Em ambos os casos, as penalidades são o impedimento de registro de atletas até que as referidas pendências sejam pagas. O Cruzeiro esclarece que nenhum dos casos envolve punições como perda de pontos e muito menos rebaixamento de divisão.

O Cruzeiro também reitera que tem monitorado de perto as ações na FIFA, mantido diálogo direto com os demais clubes envolvidos, e não tem medido esforços para que todas as pendências sejam resolvidas da melhor forma possível.








Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também