Cruzeiro quita uma folha salarial de funcionários administrativos, atletas de base e do time feminino

·1 minuto de leitura


O Cruzeiro conseguiu reduzir um pouco o atraso que tem com seus funcionários administrativos, jogadores de base e do time feminino. A Raposa pagou uma folha completa referente a maio, que deveriam ser pagos em junho. Os pagamentos de julho e agosto seguem atrasados.

A informação foi divulgada pela Rádio Itatiaia inicialmente e confirmada pelo L!. A luta para ajustar a questão salarial no clube segue em pauta.

O Cruzeiro recebeu um aporte de quase R$ 10 milhões de um parceiro comercial e quitou parte do que devia para os atletas do profissional. Manter em dia a folha foi uma das exigências de Vanderlei Luxemburgo para acertar com a Raposa. Todavia, o treinador revelou que os valores referentes a julho ainda não foram quitados.

A equipe celeste tem outras pendências como dívidas na FIFA, que já consumiram mais de R$ 40 milhões em pagamentos, além de outros R$ 13 milhões de punições da entidade máxima do futebol por não arcar com seus compromissos com o Defensor-URU, e Mazatlán-MEX, pelas compras de Arrascaeta e Riascos.

Esses débitos impedem o time azul de contratar e registrar novos atletas para reforçar o elenco. A próxima meta do clube é encerrar os dois Transfer ban na FIFA e voltar a buscar peças no mercado.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos