Cruzeiro pode devolver o zagueiro Ramon, vindo do Vitória-BA, contratado pela antiga diretoria

Valinor Conteúdo
LANCE!
Ramon assimou pré-contrato com a Raposa, mas seu salário está acima do teto estipulado pelo clube-(Divulgação/Vitória-BA)
Ramon assimou pré-contrato com a Raposa, mas seu salário está acima do teto estipulado pelo clube-(Divulgação/Vitória-BA)


O conselho gestor do Cruzeiro tem mais uma “batata quente” herdada da gestão anterior do clube para resolver. A Raposa vai se reunir na próxima sexta-feira, 10 de janeiro, com o zagueiro Ramon, que estava no Vitória-BA, e seus representantes.

Ramon assinou um pré-contrato com o Cruzeiro em agosto de 2019, ainda sob a gestão Wagner Pires de Sá, garantindo a contratação do atleta para o ano de 2020. Porém, como a política atual da Raposa é de redução de gastos e não fazer aquisições de jogadores, a situação de Ramon se tornou um problema para o clube.

O zagueiro, de 24 anos, se apresentou com o elenco, treinou na Toca da Raposa, mas seu contrato poderá ser suspenso e retornar ao Vitória-BA.




O Cruzeiro enviou uma nota à imprensa explicando que a diretoria está analisando o caso e que avaliará a situação de Ramon depois da reunião da sexta-feira. Confira a nota abaixo.

O Cruzeiro Esporte Clube esclarece que o atleta Ramon, que até a última temporada defendia o Vitória, assinou um pré-contrato com o Cruzeiro em novembro de 2019, em negociação conduzida pela antiga gestão do Clube.

Dessa forma, a atual diretoria do Cruzeiro está analisando a documentação e já tem uma reunião agendada com os representantes do atleta para esta sexta-feira.

Departamento de Comunicação - Cruzeiro Esporte Clube







Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também