Cruzeiro perde mando de campo por caso de racismo

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Jefferson, atacante do Remo, comemora gol contra o Cruzeiro. Jogador foi alvo de ofensas racistas por parte da torcida da Raposa. Foto: (Fernando Moreno/AGIF)
Jefferson, atacante do Remo, comemora gol contra o Cruzeiro. Jogador foi alvo de ofensas racistas por parte da torcida da Raposa. Foto: (Fernando Moreno/AGIF)

O Cruzeiro foi julgado nesta terça-feira pelo Supremo Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) por ofensas racistas proferidas pela torcida e a punição estabelecida foi de multa de R$50 mil e perda de mando de campo por uma partida. A punição, porém, não será cumprida na partida desta quinta-feira (25) contra o Náutico, no Mineirão, válida pela última rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

O caso de racismo aconteceu na partida entre Cruzeiro e Remo no dia 28 de outubro. Na ocasião, Jefferson comemorava o segundo gol da equipe paraense pra cima da Raposa. Em vídeo publicado pelo Remo no Instagram, é possível ouvir os gritos "vai tomar no c#, macaco".

Leia também:

O caso envolvendo o Cruzeiro é tipificado no artigo 243-G do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), que diz que "praticar ato discriminatório, desdenhoso ou ultrajante, relacionado a preconceito em razão de origem étnica, raça, sexo, cor, idade, condição de pessoa idosa ou portadora de deficiência".

À época, Jefferson se manifestou sobre o crime cometido contra ele. O atacante disse acreditar na justiça de Deus: "Uma situação muito triste, complicada. Nunca tinha passado por isso. Estou tranquilo, estou em paz. Nada vai tirar minha alegria, nada vai me abalar, porque a minha fé e esperança estão em Cristo. Que Deus possa abençoar essa pessoa e colocar mais amor no coração dela".

Este não foi o primeiro caso de racismo nesta edição da Série B. O Brusque foi punido pelo STJD por ofensas racistas proferidas pelo então presidente do Conselho Deliberativo do clube. O recurso do julgamento, porém, retirou a perda de três pontos determinada inicialmente pelo Tribunal.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos