Cruzeiro não pode registrar novos atletas e nova punição da FIFA pode acontecer por dívida de Riascos

·2 minuto de leitura


O Cruzeiro foi punido pela FIFA com o Transferban, que é o impedimento de um clube de registrar novos jogadores, por não pagar uma dívida de R$ 7 milhões com o Defensor-URU, pela compra do meia Arrascaeta, em 2015.

O time celeste só poderá contratar novos atletas quando quitar o valor. Na semana passada, o time azul fez sete contratações, antevendo a punição que viria a acontecer. Assim, conseguiu reforçar o elenco antes de não poder mais registrar atletas.

Agora, a nova preocupação da equipe celeste é ser punida pela FIFA por mais uma dívida. Desta vez relacionada ao atacante Riascos, que vence nos próximos dias.


- A punição do Arrascaeta e do Riascos, a gente obviamente já tinha conhecimento há um tempo. Vinha tentando trabalhar uma solução, mas todo mundo sabe da situação complicada que está. A gente conseguiu alguns aportes pra poder quitar alguns (débitos com clubes no exterior), mesmo depois de ter sofrido o transfer ban, outros antes, enfim, mas agora não conseguimos viabilizar isso ainda-disse o presidente Sérgio Santos Rodrigues em entrevista ao Globo Esporte Minas.

O Cruzeiro deve ao Mazatlán, do México (ex-Morelia), 1,145 milhão de dólares (hoje R$ 6 milhões) pela contratação do colombiano, que não teve sucesso na Raposa. Caso seja punido, o Cruzeiro sofrerá novo Transferban e também não poderá registrar novos atletas.


Mas, a dívida que mais gera tensão na Raposa é do volante Denílson, de 2016, de R$ 5,3 milhões, com o Al Wahda, dos Emirados Árabes. Esse débito causou a perda de seis pontos na Série B de 2020 e se não for paga, pode gerar até o rebaixamento do time para a Série C. Sérgio diz que este caso está bem encaminhado e gera menos preocupação ao clube.

- Quanto ao do Denílson, a gente tem aquela situação específica, já aprovada em conselho, já acordado com a Receita Federal que é a venda do estacionamento chamado de Campestre II, que aí a gente quitaria isso e está bem encaminhado. Então, essa nos preocupa menos um pouco hoje, com uma situação bem mais bem encaminhada - concluiu Sérgio.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos