Cruzeiro já quitou R$ 40 milhões em dívidas na FIFA e busca recursos para encerrar os Transfer ban

·1 minuto de leitura


O Cruzeiro vem se esforçando para solucionar suas pendências financeiras e já conseguiu desde 2020 pagar R$ 40 milhões em dívidas com credores, clubes e na FIFA.

O último pagamento feito pela Raposa foi a pendência com o Al Wahda, dos Emirados Árabes, pelo débito do volante Denílson, que esteve no clube em 2016. O valor quitado pela Raposa foi de R$ 8 milhões e livrou os mineiros do risco real de ser rebaixado à Série C.

A equipe celeste ainda tem um longo caminho pela frente, já que está punido pela FIFA com dois Tranfer ban, de Arrascaeta (Defensor-URU) e Riascos (Mazátlan-MEX), que somados, chegam a R$ 13 milhões. Assim, o clube não pode registrar novos jogadores.

O Cruzeiro tem contado com a ajuda de empresários para quitar débitos e há a expectativa que novos recursos venham de forma externa para manter as contas em dia e ainda acabar com as pendências na FIFA.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos