Cruzeiro entra em acordo com Éderson, que rescinde com o clube

Valinor Conteúdo
LANCE!
Aos 20 anos, Ederson pode ser o sexto reforço do Corinthians para esta temporada (Vinnicius Silva/Cruzeiro)
Aos 20 anos, Ederson pode ser o sexto reforço do Corinthians para esta temporada (Vinnicius Silva/Cruzeiro)


O Cruzeiro conseguiu se livrar de mais dois processos na Justiça do Trabalho nesta terça-feira, 11 de fevereiro. O clube celeste entrou em acordo fora dos tribunais com o volante Éderson e o atacante David, que moviam processos trabalhistas contra a Raposa.

Com o acerto, Éderson rescindiu o seu contrato com o clube mineiro, que iria até 2023 e está livre no mercado para buscar outro time, algo que o jogador pleiteava na Justiça.

Já David, que já havia conseguido sua liberação por intermédio de uma liminar, agora não tem mais pendências jurídicas com o Cruzeiro e seu acordo com o Fortaleza, onde está jogando, não corre risco de ser desfeito.




O Cruzeiro conseguiu o perdão das dívidas passadas com os dois jogadores com a retirada das ações na Justiça e ainda deve ter uma compensação financeira, bancada pelo agente da dupla, André Cury, que deve ficar com os direitos econômicos dos atletas.

O documento do acordo entre Éderson e o Cruzeiro (que sela a retirada da ação) foi protocolado na manhã desta terça-feira, na 1ª Vara do Trabalho de Belo Horizonte. Oficialmente, as partes abriram mão de receber qualquer valor que estivesse em aberto entre eles. O acordo para pagamentos ao Cruzeiro foi feito de forma extrajudicial.

Éderson esteve no Cruzeiro pela manhã com seus documentos para concluir sua rescisão de contrato e poder ir atrás de outra equipe para jogar. O fim melancólico do volante na Raposa destoa do seu início promissor, quando foi um dos poucos destaques do time de 2019, que acabou sendo rebaixado para a segunda divisão.





Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também