Cruzeiro em crise: quem deixou o clube desde o rebaixamento?

Goal.com

O Cruzeiro anunciou nesta sexta-feira, 5 de junho, a rescisão contratual de dois atletas: Robinho e Edílson. Os jogadores fizeram parte da campanha do rebaixamento do Cruzeiro para a Série B no ano passado e aumentam a lista de atletas que deixaram o clube desde então.

O anúncio foi feito pelo próprio clube via nota no site oficial. Segundo o Cruzeiro, a rescisão foi feita de forma amigável entre as partes e justificou a medida pela dificuldades financeiras que o clube enfrenta .

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

"Diante da situação pela qual o Clube atravessa, que é pública e notória, a decisão de se abrir mão dos serviços dos atletas se dá exclusivamente por aspectos financeiros, e precisou ser tomada, após diversas análises internas, diante do compromisso da nova gestão com o futuro da instituição", diz o anúncio.

Desde o rebaixamento, diversos atletas já deixaram o Cruzeiro. Robinho e Edílson são os casos mais recentes e ainda não têm novos clubes. Mas outras peças importantes também saíram da Toca da Raposa.

Fred rescindiu o contrato com o clube e agora é jogador do Fluminense , seguindo o mesmo caminho feito pelo lateral Egídio e pelo volante e ex-capitão celeste Henrique. Dois jogadores foram para o Grêmio: Thiago Neves, um dos mais criticados pelos cruzeirenses no ano passado , e o lateral Orejuela.

Outros dois jogadores foram para Curitiba, onde são reservas em seus novos times: o atacante Sassá hoje é jogador do Coritiba e o ponta Marquinhos Gabriel está no Athletico. O meio campista Éderson, que chegou a processar o Cruzeiro pela falta de pagamento durante seu período em Belo Horizonte, foi contratado pelo Corinthians e jogou apenas uma partida .

Por fim, dois ex-cruzeirenses foram partiram para o Nordeste brasileiro. Rodriguinho se transferiu para o Bahia e o atacante David foi para o Fortaleza, de Rogério Ceni. Ambos são titulares em seus novos clubes.

Leia também