Cruzeiro e Atlético iniciam a decisão. Confira os prognósticos

Miguel Gonzalez
Foto: Bruno Cantini / Atlético / Reprodução Primeiro jogo da decisão será neste domingo, às 16h00, no Mineirão. Cruzeiro e Atlético decidirão novamente o Campeonato Estadual. Será mais um capítulo na história deste embate. Quem será que rirá por último desta vez? Briga pelo mando de campo Quando foi confirmada a final entre Atlético e Cruzeiro, iniciou-se uma briga nos bastidores por causa dos locais da partida. A Raposa não tem um estádio próprio e aluga o Mineirão, que foi reformado para a Copa do Mundo de 2014.

Foto: Bruno Cantini / Atlético / Reprodução

Primeiro jogo da decisão será neste domingo, às 16h00, no Mineirão.

Cruzeiro e Atlético decidirão novamente o Campeonato Estadual. Será mais um capítulo na história deste embate. Quem será que rirá por último desta vez?

Briga pelo mando de campo

Quando foi confirmada a final entre Atlético e Cruzeiro, iniciou-se uma briga nos bastidores por causa dos locais da partida. A Raposa não tem um estádio próprio e aluga o Mineirão, que foi reformado para a Copa do Mundo de 2014. O Atlético tampouco tem um campo particular e parou de mandar jogos no Mineirão há alguns anos. O alvinegro aluga o estádio Independência, casa do América. Os atleticanos têm um projeto de casa própria mas ainda nada tirou do papel (ou do computador).

Por ter feito a melhor campanha ao longo das 13 jornadas do certame até agora, o Atlético ganhou o direito de decidir em casa. Sendo assim, os de camisa azul celeste optaram por fazer os primeiros 90 minutos em seus domínios – o Mineirão – e distribuirão os 10% da cota de ingressos visitantes para seu rival. A partida de volta ainda tem não tem palco confirmado. Se for no Independência, a polícia militar só permitirá a presença da torcida local.

Bem que os dois encontros poderiam ser no Mineirão com 50% da cota para cada instituição, né?

Thiago Neves e Ezequiel são dúvidas

O técnico Mano Menezes não sabe se poderá contar com Thiago Neves e Ezequiel na primeira partida da final. Por isso, desde terça-feira, o comandante ensaia um time sem eles. A atenção na marcação foi muito cobrada, sobretudo quando a equipe é atacada. O posicionamento na saída de bola também foi lembrada e repetida muitas vezes.

A semana foi tranquila na Toca da Raposa, pois o clube não teve compromissos. Os jogadores lamentaram a possibilidade de não contar com seu torcedor na segunda batalha desta guerra.

Fred liberado

O Tribunal de Justiça Desportiva reduziu a pena do atacante Fred de quatro para três jogos. Sendo assim, o artilheiro está liberado para disputar duelo contra o arquirrival.

Anteontem, o Atlético ganhou do Libertad pela Taça Libertadores. Foi uma partida truncada, muito desgastante. Os paraguaios venderam caro a derrota. Por se tratar de uma final, o Galo não tem como se dar ao luxo de poupar ninguém. Irá a campo com força máxima. A maratona terá novo capítulo semana que vem quando o plantel enfrentará o Sport Boys, na Bolívia.

Clássico mineiro na final

Os dois gigantes de Belo Horizonte só decidiram o torneio regional em 20 oportunidades. A Raposa ganhou 12 guerras, contra sete do Galo. O título de 1956 foi dividido.

Quem prevalecerá agora? Segundo o Bet365, o azul celeste ofuscará o branco e preto no primeiro capítulo. Oferece-se R$ 2,16 se isso se passar, contra R$ 3,67 se acontecer justamente o contrário, e R$ 3,40 se ninguém for melhor do que ninguém. Você também pode se divertir sendo mais comedido. Investir que haverá um vencedor no confronto, seja ele qual for, rende R$ 13,30 para dez. Se você optar por aplicar no Cruzeiro ou empate, paga-se R$ 12.90. Atlético ou empate gera R$ 17,20.

A peleja é muito equilibrada. Não acredito que haja um favorito num espetáculo dessa dimensão, ainda mais se tratando de uma final.

Outra opção disponível para ganhar uma bolada se divertindo é prevendo o número de gols a serem anotados no enfrentamento. Acima de 2,5, paga-se R$ 230 para cada lote de cem. O prêmio para abaixo de 2,5 é de R$ 160.

Histórico do Campeonato Mineiro

O Atlético é o maior campeão mineiro de todos os tempos com 43 taças, sendo que a última foi levantada em 2015. O Cruzeiro é o segundo maior laureado com 36 e não triunfa desde 2014. O atual campeão é o América, com 16 voltas olímpicas. O Villa Nova (de Nova Lima) já ganhou cinco vezes a competição e é o maior medalhista de ouro de fora da capital. Três outras agremiações já foram campeãs: Siderúrgica (de Sabará), Ipatinga e Caldense (de Poços de Caldas).

Como foi a edição de 2017

O torneio mineiro tem uma das fórmulas de disputa mais simples entre tantos regulamentos esdrúxulos existentes norte a sul do país. Anualmente, 12 clubes se enfrentam em turno único. Os quatro melhores jogam as semifinais em ida e volta e seus vencedores decidem o título também em ida e volta. Os dois piores da etapa inicial acabam rebaixados. As vagas na Copa do Brasil e na Série D do Brasileiro saem da classificação geral.

Para 2018, América, Atlético, Cruzeiro e URT se classificaram para a Copa do Brasil, enquanto que URT, Caldense e Uberlândia se garantiram no Brasileirão. No outro extremo, América de Teófilo Otoni e Tricordiano caíram e serão substituídos em 2018 pelo campeão e vice da segundona, provavelmente Patrocinense e Betinense.

Odds para a Final do Campeonato Carioca 2017

Odds em 27 de abril, segundo o Bet365

  • Domingo, 30 de abril, às 16 horas: (R$ 2,16) Cruzeiro x Atlético-MG (R$ 3,67) - (Empate R$ 3,40)