Cruzeiro domina o Campinas e garante vaga na final da Superliga

O Cruzeiro está mais uma vez na final da Superliga masculina. Neste sábado, a equipe mineira recebeu o Campinas, no Ginásio do Riacho, em Contagem, e conquistou uma vitória por 3 sets a 0, com parciais de 25/12, 25/18 e 26/24, para fechar a série semifinal com três triunfos em três jogos e garantir vaga na decisão pelo sétimo ano consecutivo.

Com a classificação para a final garantida, o Cruzeiro apenas espera para conhecer quem será seu adversário. Este nome sairá da outra semifinal, que está sendo disputada entre Taubaté e Sesi-SP. Até o momento, a equipe taubatiana lidera a série por 2 a 1 diante dos paulistanos e tem duas oportunidades, sendo uma fora de casa e uma em seus domínios, para fechar a disputa e assegurar vaga na decisão.

A grande final da Superliga masculina está marcada para o dia 07 de maio, um domingo, às 10h(de Brasília). O jogo será disputado no Ginásio do Mineirinho, em Belo Horizonte. O Cruzeiro, que possui quatro títulos na competição, defenderá um tricampeonato consecutivo do torneio.

O jogo – O duelo começou com um grande domínio do Cruzeiro. No início do primeiro set, a equipe mineira se aproveitou de uma sequência de aces de Simon para abrir 6 a 1. A partida seguiu e os donos da casa seguiram bem nos saques, ampliando ainda mais a vantagem. Na parte final da parcial, a liderança já era de 19 a 10. Com isso, a Raposa apenas administrou os seus ciclos de serviço e fechou o primeiro set sem dificuldades em 25 a 12.

O segundo set teve enredo parecido. Logo no início, o Cruzeiro conseguiu aproveitar seu serviço e abrir novamente 6 a 1. Na sequência da disputa, a equipe mineira foi firme no ataque e aumentou cada vez mais a vantagem. Na parte final, o Campinas até teve uma recuperação, mas não suficiente para evitar que os mandantes fechassem a parcial em 25 a 18 e fizesse 2 sets a 0 na partida.

O Campinas voltou para o terceiro set concentrado e conseguiu dominar o início da disputa. Com isso, chegou à metade da parcial com 13 a 10 no placar. O Cruzeiro, porém, conseguiu se recuperar e se aproveitou do protagonismo de Leal para passar a frente no placar. Após a Raposa virar o marcador, Simon foi para o saque e conseguiu ter bom desempenho, levando seu time a abrir três pontos de frente. Com o jogo na mão, a equipe mineira ainda tomou um susto, porém, assegurou sua liderança para fechar a parcial em 26 a 24, e garantir a vitória e a vaga na final.