Cruzeiro consegue quitar parte dos salários dos funcionários do clube

Valinor Conteúdo
LANCE!
Criado no dia 23 de dezembro, o Conselho Gestor do Cruzeiro já tem uma baixa com a saída do CEO Vittorio Medioli- (Divulgação/Cruzeiro)
Criado no dia 23 de dezembro, o Conselho Gestor do Cruzeiro já tem uma baixa com a saída do CEO Vittorio Medioli- (Divulgação/Cruzeiro)


Um alívio para parte dos funcionários do Cruzeiro. O clube azul conseguiu quitar os salários devidos que deveriam ser pagos em novembro. Os vencimentos de atletas seguem atrasados, com duas folhas salariais pendentes ainda.

A Raposa fez os depósitos do valor integral referente ao mês de novembro dos funcionários que recebem até R$ 2,5 mil. Os demais, que recebem valores maiores terão a situação regularizada até o fim do ano, segundo o conselho gestor do clube, que assumiu na segunda-feira, 23 de dezembro.

Porém, o time celeste ainda deve o 13º salário e o adiantamento de férias dos seus funcionários, que ainda não foram pagos. O clube vive uma intensa crise financeira, com um débito total estimado em R$ 700 milhões com credores de diversas origens, como clubes, jogadores, fornecedores, além de processos na FIFA, que podem acarretar punições esportivas e administrativas.



Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também