Cruzeiro consegue manter o direito de ter torcida em seus jogos

·1 minuto de leitura


O Cruzeiro seguirá tendo o direito de receber público em seus jogos pela Série B. Um pedido da CBF, do Londrina e Goiás como interessados, tentou derrubar a liminar que a Raposa havia conseguido, mas o presidente do STJD, Otávio Noronha, indeferiu a ação, favorecendo o time mineiro, que poderá ter seus torcedores nos jogos até que o Pleno do Tribunal decida de forma definitiva a situação.

O pedido da CBF dos dois clubes teve como base o acordo feito pelo Conselho Técnico do Brasileiro da Segunda Divisão de que as partidas com público só voltariam quando quando todos os times tivessem autorização das autoridades de saúde.

O Cruzeiro acionou o STJD querendo reabrir os portões para seus jogos com base na liberação da Prefeitura de BH que havia autorizado o retorno dos torcedores desde que os estádios recebessem apenas 30% de sua capacidade.

O time celeste agora tenta no STJD ampliar sua liminar para que possa receber jogos fora de Belo Horizonte, já que houve nova proibição por parte da prefeitura na presença se público nos estádios.

A Raposa trabalha para ter seus duelos contra Ponte Preta e Operário na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas, pelas 23ª e 24ª rodadas da Série B do Brasileiro, em setembro.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos