Cruzeiro calcula economia de R$ 30 milhões com demissões

Yahoo Esportes
Elenco do Cruzeiro ainda precisa de redução superior a R$ 12 milhões por mês (Vinnicius Silva/Cruzeiro)
Elenco do Cruzeiro ainda precisa de redução superior a R$ 12 milhões por mês (Vinnicius Silva/Cruzeiro)

Cerca de cem funcionários já foram demitidos pelo Cruzeiro desde o começo do ano. E, nas contas do próprio clube, as dispensas vão garantir aproximadamente R$ 30 milhões de economia somente em 2020 - são R$ 2,5 milhões a menos de custos por mês.

SIGA O YAHOO ESPORTES NO INSTAGRAM
SIGA O YAHOO ESPORTES NO FLIPBOARD

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Os cortes atingiram praticamente todas as áreas. Havia, por exemplo, cerca de 40 conselheiros do Cruzeiro ou parentes que trabalhavam para o clube e foram mandados embora. Sem contar no diretor de festa, no diretor de gastronomia, entre outros cargos absolutamente esquisitos.

Leia também:

De acordo com Vittorio Medioli, ex-CEO do Cruzeiro, eram 533 funcionários, que obrigavam o clube a desembolsar R$ 4,5 milhões mensalmente. O ideal, também para Medioli, seria não gastar mais do que R$ 1,5 milhão. Hoje, a Raposa baixou de R$ 4,5 milhões para R$ 2 milhões.

O outro passo importante é reduzir de forma drástica os custos com o departamento de futebol. Egídio, Henrique, Fabrício Bruno e Digão saíram, mas ainda restam muitos outros. Vários deles com salários acima de R$ 600 mil, como Rodriguinho, Fred, Thiago Neves, Dedé, Robinho...

A folha salarial do Cruzeiro no ano passado foi de R$ 16 milhões mensais. Nas contas de Medioli, o clube não tem condição de pagar mais do que R$ 3 milhões - até por isso, criou-se um teto salarial de R$ 150 mil mensais. Fred, por exemplo, ganha R$ 1,2 milhão por mês.

Sem dinheiro em caixa, os sonhos cruzeirenses são discretos: Jean, Guerra e Angulo do Palmeiras, Trellez e Everton Felipe do São Paulo... Destes, só Trellez está descartado, depois de se recusar a jogar a Série B.

Veja mais de Jorge Nicola no Yahoo Esportes

Siga o Yahoo Esportes

Twitter | Flipboard | Facebook | Spotify | iTunes | Playerhunter

Leia também