Cruzeiro aposta em vaquinha e sócio-torcedor VIP contra punições na FIFA

Goal.com

O Cruzeiro, vivendo certamente o momento mais conturbado de sua história, precisa de dinheiro. Com dívidas astronômicas e pendências a serem quitadas diretamente na Fifa - que já renderam a perda de seis pontos ao clube na disputa da Série B -, a equipe mineira usará a força de sua torcida para tentar adquirir receitas alternativas e pagar o que deve.

Duas das dívidas da Raposa - pelas negociações envolvendo Pedro Rocha e Rafael Sóbis - vencem nos próximos meses de julho e agosto, totalizando R$ 14 milhões a serem pagos. Sem nenhuma perspectiva de entrada de grandes receitas no futuro próximo, a diretoria vem apostando no marketing do time.

As duas ideias que serão aplicadas pela diretoria do Cruzeiro já foram anunciadas: uma vaquinha virtual e um novo plano "VIP" de sócio-torcedor.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

O primeiro é mais fácil de explicar: o clube irá criar uma vaquinha para que torcedores possam doar dinheiro diretamente à Raposa. Esses recursos serão utilizados apenas no pagamento das dívidas com a Fifa, de forma com que o time não seja impedido de registrar atletas no futuro.

As doações irão de R$ 1 até R$ 10 milhões. A plataforma, cujo lançamento está previsto para a próxima semana, será auditada para que os doadores tenham certeza que os valores sejam utilizados no pagamento.

Por outro lado, o plano VIP de sócio-torcedor, intitulado de "Sócio 5 Estrelas Diamante", pode render R$ 1 milhão mensal ao clube, caso as melhores expectativas se confirmem. A categorias será exclusiva para os primeiros mil sócios que mostrarem interesse e terá a mensalidade mais salgada de R$ 1000.

De acordo com o presidente do clube, Sérgio Rodrigues, o plano trará benefícios exclusivos, como a possibilidade de assistir a partidas no palco do presidente e acesso a eventos exclusivos. Durante uma live no canal do clube, o mandatário já adiantou que as 120 primeiras unidades do plano Diamante já estão garantidas, rendendo R$ 120 mil mensais à equipe.

Leia também