Cruzeiro ainda tenta reduzir pedida antes de anunciar ex-meia corintiano

Fábio Utz Iasnogrodski
90min

​O dinheiro oriundo da venda de De Arrascaeta para o Flamengo poderá garantir a chegada de um ex-jogador de seleção brasileira ao ​Cruzeiro. Acertado verbalmente com Rodriguinho, o clube tenta chegar a um entendimento com o Pyramids, do Egito, para repatriar o meia. No entanto, a negociação deverá se estender por mais algum tempo.


Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

De torcedor para torcedor: ​clique aqui e siga o 90min no Instagram!


Mesmo que a equipe do Oriente Médio não tenha inscrito o atleta para o campeonato local, a liberação para um retorno ao Brasil tem um alto valor: os mesmos US$ 6 milhões (R$ 22,2 milhões, na cotação atual) pagos para o ​Corinthians no meio do ano passado. Claro, a Raposa trabalha no intuito de tentar diminuir esta pedida e, ainda, parcelar o repasse. Porém, ainda há um fator a ser discutido. O Timão tem a preferência de ficar com o profissional, igualando uma eventual proposta do futebol brasileiro. Portanto, também precisa estar de acordo com a transferência, sem contar que possui percentual de uma futura venda - isso pode ser negociado, também, com o envolvimento de algum outro nome que pudesse parar no Parque São Jorge.


Rodriguinho
Rodriguinho

Rodriguinho já trabalhou com o técnico Mano Menezes nos tempos de Corinthians e, em caso de acerto, deverá assinar um vínculo por três temporadas e salário em torno de R$ 700 mil. Além de um meia para substituir De Arrascaeta, o Cruzeiro quer um atacante de velocidade, que ainda pode ser Bruno Henrique, atualmente no Santos e que interessa também ao Flamengo, e um lateral-esquerdo. Dodô, que pertence à Sampdoria, da Itália, e não acertou sua permanência no Peixe, é uma possibilidade.

​​

Leia também