Cruzeiro é derrotado pelo Remo em casa e encerra de vez as chances de acesso para a elite em 2022

·2 min de leitura


Agora é oficial. O Cruzeiro vai jogar a Série B em 2022. Será o terceiro ano seguido da Raposa na segunda divisão nacional. A consolidação do mau ano azul veio com a derrota por 3 a 1, gols de Anderson Uchoa, Ronald e Jefferson para o Remo, com Eduardo Brock descontando para o time celeste. O duelo foi nesta quinta-feira, 28 de outubro, no Independência, pela 32ª rodada da competição.

A partida teve alguns bons momentos do Cruzeiro, mas os vários defeitos do time na temporada vieram à tona mais uma vez, gerando o resultado ruim. O Remo não fez grande partida, mas soube se aproveitar das falhas da Raposa, que amarga outro ano sem chegar perto de se aproximar do G4.

Com o resultado, o Remo chegou aos 41 pontos, subindo para a 11ª posição, enquanto o Cruzeiro caiu para 13ª colocação, ficando com 39 pontos, tendo de ficar atento aos rivais da parte de trás da tabela, para não ter uma desagradável surpresa com um rebaixamento à Série C.

O Cruzeiro pode chegar no máximo a 57 pontos na competição, o que inviabiliza de vez qualquer chance de subir de divisão. O Remo ainda tem possibilidades mínimas, mas tem ciência que sua meta é ficar na segundona em 2022.

Pensar em 2022 com calma

O Cruzeiro tem uma série de coisas a serem feitas. Principalmente se organizar fora de campo, respeitando seus funcionários e elenco, com salários em dia, dentro da realidade do clube. É hora de humildade para trilhar uma volta à elite nacional.

Próximos jogos

A Raposa recebe o Vila Nova-GO na segunda-feira, 1º de novembro, às 19h no Independência. O Remo encara o Londrina na terça-feira, 2, às 19h, em Belém do Pará.

FICHA TÉCNICA DA PARTIDA

CRUZEIRO 1 x 3 REMO
Data: 28 de outubro de 2021
Horário: 21h30 (de Brasília)
Local: independência, Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Douglas Schwengber da Silva (RS)
Assistentes: Leirson Peng Martins e Lucio Beiersdorf Flor (ambos do RS)
VAR: Rodrigo Nunes de Sa (RJ)
Gols: Anderson Uchoa, aos 39’-1ºT(0-1), Eduardo Brock, aos 45’-1ºT(1-1), Jefersson, aos 43’-2ºT(1-2), Ronald, aos 47’-2ºT(1-3)
Cartões amarelos: Raimar (REM), Anderson Uchoa (REM), Matheus Oliveira (REM), Wellington Nem (CRU)
Cartões vermelhos: Vitor Leque (CRU- já havia saído do jogo)

CRUZEIRO (Técnico:Vanderlei Luxemburgo)

Fábio, Rômulo, Ramon, Eduardo Brock, Felipe Augusto, Lucas Ventura, Adriano (Marcelo Moreno, aos 11’-2ºT), Giovanni, Bruno José (Wellington Nem-intervalo), Thiago (Rafael Sobis, aos 30’-2ºT ) e Vitor Leque (Dudu, aos 41’-2ºT)


REMO (Técnico:Felipe Conceição)

Thiago Coelho; Thiago Ennes,Romércio, Rafael Jansen e Raimar; Anderson Uchoa (Marlon, aos 44’-2ºT), Lucas Siqueira, Felipe Gedoz e Arthur (Marcos Junior, aos 33’-2ºT), Lucas Tocantins (Jefferson, aos 25’-2ºT) e Matheus Oliveira (Ronald, aos 46’-2ºT)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos