Cruzeirenses valorizam vitória e liderança, mas reconhecem jogo ruim

RADAR/LANCE
Com ares de tensão, Cruzeiro venceu América-MG com gol de pênalti marcado por Sóbis

Pelas circunstâncias do jogo, a vitória simples foi muito boa para o Cruzeiro. Essa foi a opinião dos jogadores após o clássico contra o América, que terminou com a vitória celeste por 1 a 0.

- Na verdade, no primeiro tempo eles vieram fechados, buscando encurtar os espaços para criarmos as jogadas. No segundo tempo e a frente no placar mudamos a estratégia para conseguirmos criar mais espaços e explorar o contra-ataques. Tivemos algumas oportunidades, mas o América conseguiu imprimir ritmo. O importante é que saímos com a vitória e a equipe está de parabéns pela dedicação e empenho - comentou o zagueiro Léo.

O gol da vitória celeste foi marcado aos 16 minutos do primeiro tempo, com Sóbis de pênalti. A partir dos 30 minutos, o América passou a chegar ao gol de Rafael com mais frequência e esteve perto de empatar, não fosse o goleiro do Cruzeiro. Cansado por causa da partida no meio de semana contra o Murici, em Alagoas, a equipe levou pressão, mas conseguiu se segurar até o apito final.

- Minha avaliação é que fui um pouco abaixo, vinha conseguindo correr, mas senti o cansaço. O time também sentiu. Mas temos experiência, sabíamos que o jogo seria difícil, mas alcançamos o objetivo, que era a vitória. É meu quinto jogo, mas hoje senti um pouco mais por causa da viagem, fiquei com algumas dores - comentou o meia Thiago Neves.





E MAIS: