Croácia diz ter ficado surpresa com campanha do Japão na Copa

Meio-campista da Croácia Lovro Majer durante partida contra o Canadá pela Copa do Mundo do Catar

Por Karolos Grohmann

DOHA (Reuters) - A Croácia ficou tão surpresa quanto qualquer um com as vitórias do Japão na fase de grupos da Copa do Mundo do Catar sobre as ex-campeãs Alemanha e Espanha, mas embora eles não subestimem seus adversários nas oitavas de final do torneio, no duelo da segunda-feira, eles também se sentem prontos para lidar com a velocidade dos asiáticos.

O Japão abriu seus jogos da fase de grupos com uma surpreendente vitória sobre a tetracampeã mundial Alemanha e garantiu a classificação com outra vitória chocante sobre a Espanha, campeã da Copa do Mundo de 2010.

Apesar de ter muito pouca posse de bola, com apenas 17% contra a Espanha e 26% contra os alemães, eles saíram vitoriosos em ambos os jogos.

"Não esperávamos isto", disse o meio-campista croata Lovro Majer no sábado. "Acho que quase ninguém esperava isso, mas tirem o chapéu para o Japão."

"Eles mostraram que não são os nomes que estão jogando, mas o mais importante é o coração e a coragem. Eles mereceram isto e mostraram sua qualidade."

A Croácia, vice-campeã em 2018, pode ser a favorita, mas Majer disse que o número de grandes zebras na Copa até agora deve servir como um aviso.

"Se você subestimar alguém hoje, ele voltará para morder você", disse ele. "Todo mundo está jogando um bom futebol. Temos visto muitas surpresas nesta Copa do Mundo."

"Acho que em geral o futebol que está sendo jogado aqui é magnífico. Uma das principais razões é porque é no meio da temporada e todos estão em plena forma."

A Croácia tem um histórico perfeito nas oitavas de final da Copa do Mundo, nunca tendo perdido seu primeiro jogo eliminatório das vezes que passou pelo seu grupo em cinco participações na Copa do Mundo.

Embora não tenham sido tão dominantes na fase de grupos desta vez como há quatro anos atrás, fizeram o suficiente para se classificarem com dois empates e uma vitória, e o cansaço não é um problema.

"Meu tanque está cheio", disse o defensor croata Josip Juranovic, titular em todos os três jogos da fase de grupos. "Esta é a Copa do Mundo e você pode vir a ela apenas uma vez em sua carreira."

"Quando você vê (Luka, 37 anos) Modric dando pique no minuto 89, então você fica motivado a correr também. Estamos todos em boa forma no meio da temporada", disse.

Quanto à velocidade do time japonês que se mostrou letal contra a Espanha e a Alemanha, Juranovic disse que a vitória croata por 4 x 1 sobre o Canadá, outra equipe rápida, ajudou a prepará-los para o Japão.

"A posse de bola não significa nada no futebol de hoje", disse ele. "Eles jogam muito bem como equipe e são rápidos. Mostramos contra o Canadá que podemos lidar com equipes rápidas", disse.