Croácia: Brozovic diz que objetivo é 'passar da fase de grupos', e que seleção é 'mais respeitada' após vice

Brozovic durante coletiva de imprensa em Riad, na Arábia Saudita (Foto: Drago Sopta/HNS)


Atual vice-campeã do mundo, a Croácia chega para a Copa do Qatar com um holofote bem maior do que há quatro anos. Principal sensação do último Mundial, a seleção croata quer novamente um papel de protagonismo, mas mantém os pés no chão, pelo menos é o que garante Marcelo Brozovic, meio-campista da Inter de Milão.

Em entrevista coletiva nesta terça-feira, Brozovic falou sobre a expectativa da Croácia em relação ao torneio e qual é o primeiro grande objetivo da seleção no Qatar.

+ VEJA A TABELA DA COPA DO MUNDO E SIMULE RESULTADOS

- Nosso grande objetivo é passar pela fase de grupos, e depois veremos mais adiante. Temos de dar o nosso máximo a cada jogo, desde jogador titular, aquele que entra e o que fica no banco. Se dermos o nosso melhor a cada jogo, não haverá problema - destacou.

Na Rússia, a Croácia foi a grande sensação da Copa ao chegar até a decisão pela primeira vez na história, mas ser derrotada pela França por 4 a 2. Brozovic afirmou que o vice-campeonato de 2018 trouxe mais respeito para a seleção croata, e que sonha com o título que escapou há quatro anos.

+ Seleção Brasileira é a segunda mais valiosa da Copa do Mundo; veja ranking completo


- Acho que eles nos respeitam mais do que na Rússia porque veem que, quando estamos todos saudáveis ​​e juntos, é difícil nos parar. Espero terminar a Copa um lugar melhor que da última vez - afirmou.

Uma das referências técnicas da equipe ao lado de Luka Modric, Ivan Perisic e Mateo Kovacic, Brozovic tem convivido com uma lesão nas costas que o deixou fora de combate por um bom tempo durante a temporada. O meia, no entanto, está recuperado e quer participar do amistoso contra a Arábia Saudita, nesta quarta-feira, no que será o único jogo da Croácia antes da estreia na Copa do Mundo, contra Marrocos, no dia 23.

+ Os jogadores que estão no álbum, mas não vão para Copa do Mundo do Qatar


- Me sinto muito bem, estou treinando há duas semanas, joguei as duas últimas partidas por cerca de vinte minutos ou meia hora cada. Contra a Arábia Saudita, o plano é jogar 70, 75 minutos, e depois temos mais quatro, cinco dias para nos prepararmos bem e espero estar 100% para a estreia - finalizou.