Cristóvão vai pagar o pato no Vasco

O blog bate na tecla não é de hoje.

A situação de Cristóvão Borges no Vasco é pra lá de ruim. Pressionado, o treinador adota o discurso da cautela mas está desconfortável no cargo.

O empate sofrido contra o frágil Macaé mostrou as deficiências de sempre e pouca evolução. O Vasco não anda.

Cristóvão não é o único culpado. O elenco é limitado e Luis Fabiano não vai resolver tudo.

A torcida porém não enxerga dessa forma e considera o técnico o principal responsável pela campanha ruim em 2017.

Foto: Carlos Gregório Jr/Vasco

Ele só ganha sobrevida em São Januário se o Vasco eliminar o Vitória no meio de semana pela Copa do Brasil.

O jogo será uma autêntica decisão.

Cair tão cedo na competição, maior aposta do semestre, deve convencer o presidente Eurico Miranda de que a troca no comando técnico é inevitável.

Eurico lembra bem no que deu insistir com Celso Roth.